Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias do CMSE > Banda Sinfônica do Exército leva música clássica para população de São Paulo
Início do conteúdo da página

CMSE envia militares para a Operação Acolhida

Publicado: Segunda, 04 de Julho de 2022, 15h41 | Última atualização em Segunda, 11 de Julho de 2022, 14h14 | Acessos: 457

Links relacionados:

Base Aérea de São Paulo (SP) – Integrantes do Comando Militar do Sudeste (CMSE) embarcaram para Roraima no dia 4 de julho para participar da Operação Acolhida.

No total, 223 militares do Estado de São Paulo atuarão no ordenamento da fronteira do Brasil com a Venezuela, no acolhimento de migrantes e refugiados e na interiorização dos venezuelanos entre os meses de julho e dezembro deste ano.

"Vocês estão deixando para trás as famílias, deixando para trás outros interesses para poder prestar esse serviço e ajudar pessoas", destacou o Comandante Militar do Sudeste, General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva.

Esta é a terceira vez que o CMSE envia militares para a Operação Acolhida. Eles integrarão o 14º contingente da Força-Tarefa Logística Humanitária para o Estado de Roraima junto com o Comando Militar do Oeste (CMO), com sede em Campo Grande (MS).

Operação Acolhida

Para garantir o atendimento humanitário aos refugiados e migrantes venezuelanos em Roraima, principal porta de entrada da Venezuela no Brasil, uma grande força-tarefa humanitária foi criada em 2018.

Desde então, mais de 74 mil migrantes e refugiados venezuelanos já foram interiorizados, mais de 390 mil CPF foram emitidos, mais de 2,2 milhões de atendimentos foram realizados na fronteira e mais de 790 mil doses de vacinas foram aplicadas.

A operação conta com o apoio de entes federativos, agências da Organização das Nações Unidas (ONU), organismos internacionais, organizações da sociedade civil e entidades privadas.

Fotos: Sd Santos Carneiro

registrado em:
Fim do conteúdo da página