Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias do CMSE > Desfile de 7 de Setembro em São Paulo
Início do conteúdo da página

Em São Paulo, Dia da Bandeira é celebrado no Obelisco do Ibirapuera

Publicado: Domingo, 19 de Novembro de 2023, 14h00 | Última atualização em Terça, 21 de Novembro de 2023, 09h23 | Acessos: 465

Links relacionados:

São Paulo (SP) – Tropas da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro, da Força Aérea Brasileira, da Polícia Militar do Estado de São Paulo e da Guarda Civil Metropolitana comemoram o Dia da Bandeira, no dia 19 de novembro, com uma solenidade no Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32, no Ibirapuera.

A cerimônia foi marcada pelo hasteamento da Bandeira Nacional, pelo canto do Hino à Bandeira, pela leitura da ordem do dia e pelas palavras do Comandante da 2ª Região Militar, General de Divisão Pedro Celso Coelho Montenegro, representando o Comandante Militar do Sudeste, General de Exército Guido Amin Naves.

Durante a solenidade, uma bandeira foi incinerada, conforme prevê a Lei nº 5.700, de 1º de setembro de 1971, que estabelece que "as Bandeiras em mau estado de conservação devem ser entregues a qualquer Unidade Militar, para que sejam incineradas no Dia da Bandeira, segundo o cerimonial peculiar".

Além do General Montenegro, a cerimônia contou com a presença do Diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo, Vice-almirante Guilherme Dionízio Alves; do Comandante da 2ª Divisão de Exército, General de Divisão Luiz Gonzaga Viana Filho; da Cônsul-Geral Adjunta do Japão, Chiho Komuro; de Oficiais-Generais do Comando Militar do Sudeste (CMSE); do Doutor Walter da Silva, desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo; do Inspetor Juvandio Alves dos Santos, representando o Comandante-Geral da Guarda Civil Metropolitana; e de integrantes de associações de amigos e veteranos.

Dia da Bandeira

Oriunda de estandartes e antigos brasões, a Bandeira do Brasil foi projetada por Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemos, com desenho de Décio Vilares.

Inspirada na bandeira do Império, recebeu, no lugar da coroa imperial, o círculo azul com a expressão positivista “Ordem e Progresso”, além de estrelas brancas, atualmente em número de 27, que representam os estados e o Distrito Federal.

Fotos: Sd Norberto e Sd Honda

registrado em:
Fim do conteúdo da página