Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias do CMSE > CMSE sedia simpósio de planejamento de ações de Defesa Civil
Início do conteúdo da página

CMSE sedia simpósio de planejamento de ações de Defesa Civil

Publicado: Segunda, 27 de Novembro de 2023, 15h47 | Última atualização em Segunda, 27 de Novembro de 2023, 19h05 | Acessos: 175

São Paulo (SP) – Com o objetivo de capacitar seus militares para atuarem em cooperação aos órgãos do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil (SINPDEC), a 2ª Divisão de Exército (2ª DE) realizou, entre os dias 21 e 23 de novembro, um simpósio, seguido de um exercício de planejamento de ações de Defesa Civil.

No dia 21 de novembro, foram realizadas palestras de ambientação aos órgãos participantes da atividade. Já nos dias 22 e 23 de novembro, ocorreu o exercício com simulações de problemas relacionados a desastres naturais.

O exercício consistiu numa oportunidade de aprimorar a doutrina militar acerca do tema, além de estabelecer laços táticos entre as agências. O objetivo foi facilitar as coordenações em uma situação de emprego real, tal como as ocorridas com as fortes chuvas na chegada do verão.

Participaram militares da Força Aérea Brasileira, do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil do Estado de São Paulo e de representantes da Frente Parlamentar da Defesa Civil da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

O exemplo da Operação São Sebastião

Em fevereiro de 2023, o litoral norte do Estado de São Paulo registrou um volume de chuva recorde e desproporcional em um curto espaço do tempo, o que levou a uma série de deslizamentos de terra em áreas habitadas.

Após a decretação do estado de calamidade pública, o município de São Sebastião (SP) recebeu apoio de diversos órgãos e agências federais e estaduais, entre elas o Exército Brasileiro.

Evidenciando sua prontidão, militares da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) foram acionados durante o feriado de Carnaval e, cerca de cinco horas depois, já estavam na área de operações.

O trabalho do Exército se estendeu por semanas. A Força Terrestre atuou na escavação para encontrar sobreviventes, empregou a engenharia na desobstrução da BR-101 (Rodovia Rio-Santos) e realizou o transporte e a escolta de doações, entre outras ações.

Na ocasião, os helicópteros da Aviação do Exército chegaram rapidamente à região da Barra do Sahy, local mais atingido pelos deslizamentos, o que foi fundamental para a evacuação de feridos.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página