Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias do CMSE > Ensino Médio do Colégio Militar de São Paulo começa a funcionar
Início do conteúdo da página

Exército participa de 'Dia D' contra a dengue em São Paulo

Publicado: Sexta, 01 de Março de 2024, 13h18 | Última atualização em Terça, 09 de Abril de 2024, 09h54 | Acessos: 316
imagem sem descrição.

São Paulo (SP) – Por intermédio do 8º Batalhão de Polícia do Exército (8º BPE), o Comando Militar do Sudeste (CMSE) participou do "Dia D" de mobilização estadual contra a dengue no dia 1º de março.

Representantes do Governo do Estado, da Prefeitura de São Paulo, da Defesa Civil e do Exército Brasileiro estiveram na Escola Estadual Almirante Barroso, no Jabaquara, para reforçar as ações de prevenção e eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. O Tenente-Coronel Neto representou o Comandante do 8º BPE, Tenente-Coronel Mário Ivo, no evento.

Os 437 alunos do Ensino Fundamental I visitaram estantes com ações para conscientizar as crianças sobre a doença, como apresentação do ciclo de vida do mosquito, exposição de maquinário de combate à dengue, jogos educativos, distribuição de materiais informativos e visita a um cenário de quintal cheio de objetos que podem acumular água, servindo de criadouros.

Os estudantes também conheceram o ônibus-choque do 8º BPE e a viatura marruá, além de ganharem exemplares da revista Recrutinha.

Posteriormente, militares do 8º BPE vistoriaram residências no entorno da escola para investigar possíveis focos de criadouros do mosquito, bem como orientar os moradores sobre as formas de prevenção.

Centro de Operações de Emergências

As Forças Armadas vão auxiliar o Centro de Operações de Emergências (COE) contra as arboviroses urbanas, instituído pelo decreto estadual nº 68.326, de 6 de fevereiro de 2024.

Segundo a coordenadora em saúde da Coordenadoria de Controle de Doenças, Regiane de Paula, o Exército acompanhará a Defesa Civil e os agentes comunitários de saúde nas vistorias às residências. "O militar acaba validando a visita, porque as pessoas confiam no Exército, então transmite segurança, atesta que não é um golpe", esclarece.

Sintomas e prevenção

Todo indivíduo que tiver febre (39°C a 40°C) de início repentino e apresentar pelo menos duas das seguintes manifestações – dor de cabeça, prostração, dores musculares e/ou articulares e dor atrás dos olhos – deve procurar imediatamente um serviço de saúde, a fim de obter tratamento oportuno.

Para evitar a proliferação do mosquito e, consequentemente, a transmissão do vírus, recomenda-se o uso de telas nas janelas e repelentes em áreas de reconhecida transmissão, a remoção de recipientes nos domicílios que possam se transformar em criadouros de mosquitos, a vedação dos reservatórios e caixas de água, e a desobstrução de calhas, lajes e ralos. (Com informações do Ministério da Saúde)

Fotos: Sd Carlos

registrado em:
Fim do conteúdo da página